Trazendo os mais renomados DJS internacionais e nacionais, tais como : STEVE AOKI, KOLOMBO,TOCADISCO, CHRIS LAKE, MARK KNIGHT , D-NOX, BECKERS , ADANA TWINS ,LOULOU PLAYERS, SHARAM JEY, MAT.JOE, NILES MASON, ANDRE MARQUES, THIAGO MANSUR, HNQO, ALOK, VINTAGE CULTURE, RENATO RATIER, VOLKODER,RODRIGO VIEIRA, CHEMICAL SURF, entre outros.

STEVE AOKI

STEVE AOKI

Para Steve Aoki, o futuro não é só brilhante, mas lampejante, multicolorido e acima de tudo, neon. O produtor/DJ de Los Angeles é figura proeminente da cena global EDM ainda em crescimento, tem uma visão para os próximos anos e insiste em compartilhar essa manifestação positiva através do novo álbum-conceito intitulado Neon Future.

A primeira parte do projeto Neon Future foi lançada no dia 30 de setembro de 2014, com a segunda parte do disco duplo marcada para lançamento em 2015, ambas através da Dim Mak/Ultra Music. E enquanto a primeira parte aparenta ser recheada de singles que poderiam tranquilamente levar o disco para 2015, o produtor/DJ não consegue disfarçar seu entusiasmo com a Parte 2, e portanto exibe diversos grandes colaborares, como Snoop Dogg e Linkin Park.

KOLOMBO

KOLOMBO

Olivier Grégoire conhecido como Kolombo cresceu na cidade de Namur, no sul da Bélgica e vem produzindo música eletrônica desde 2001, mas isso demorou algum tempo para despontar no cenário internacional e alcançar o patamar dos grandes.

Sua primeira aparição no cenário internacional foi através da King Kong records (gravadora de Sharam Jay) onde produziu inúmeros releases de electro house com seu parceiro Djerom, utilizando o nome de Loulou Players. A dupla remixou nomes como Darren Emerson, Joachim Garraud, Zoo Brasil, John Acquaviva e Remo feat Cheleonis R Jones, e se tornou um duo de extrema relevância no cenário da música eletrônica na Bélgica, tocando nas maiores raves e nos mais importantes festivais. Mais tarde, Olivier fundou sua própria gravadora, chamada Loulou records e nesse momento sentiu que precisava começar a produzir sozinho, e criou o nome de Kolombo.

Em um lado mais deep, Kolombo se juntou com o também belga, DJ veterano da House music Geoffroy (Hi–Phen, Suicide, SSR), como também com Mugwump onde lançou pela Mood Music, Misericord (gravadora de Ewan Pearsonl), Disco45 (gravadora de Rob Mello) e também na famosa Kompakt.

O futuro parece brilhante para Kolombo, para isso basta ver seus recentes lançamentos na Kompakt ao lado de Michael Mayer, na Noir, remixando músicas de calibre como Lucky Star ao lado de Solomun e Hot Since 82, ou sendo indicado por Phonique em lançamentos mundiais.

TOCADISCO

TOCADISCO

Tocadisco nasceu em Berlin . Cresceu em uma pequena cidade próximo de Colônia, Alemanha. É multi-instrumentista e na sua juventude tocou em várias bandas.

Sua carreira profissional como DJ começou em 1996 em Düsseldorf, no clube Unique. Com ele à frente dos toca-discos, o clube atingiu várias vezes o título de “melhor clube da cidade” de acordo com a revista Prinz. Também tocou para grifes tais como G-Star Jeans e Diesel. Em 2000, Tocadisco mudou-se para Colônia e construiu seu próprio estúdio de gravação. Tocadisco produziu inúmeros remixes para gravadoras diferences . O remix mais popular foi “Lifetimes” por Slam; O mix foi votado um dos 12 melhores remixes em 2001, por leitores da revista GROOVE . Em outubro 2003, então, Tocadisco foi contratado pela gravadora Superstar Records .

Seu primeiro hit com seu próprio nome foi “Nobody Likes the records that I play”. Em 2005, Tocadisco foi votado novamente por leitores da revista Raveline um dos melhores novatos de 2004 . Em setembro de 2006 Tocadisco remixou a música de Michael Cretu´s projeto Enigma – Eppur Si Muove, do Enigma´s album A Posteriori. Em abril de 2007, Tocadisco apareceu como convidado na segunda hora do Matt Darey´s weekly Nocturnal radio show. Matt Darey também o remix de Tocadisco de Dyad 10´s ” Sugar, Honey (Sweet Thing) “. Em 2007 ele também remixou músicas que foram inclusas no álbum de Benny Benassi Cooking Pump- Kin: Special Menu as Patty (Party All the Time), Keep Control, Dance is Dead. Em 2008 Tocadisco trabalhou junto com David Guetta, produzindo alguns de seus hits como “Tommorow Can Wait”, “Love Dont Let Me Go”, “Walking Away”, entre outros .

Em 2009 seu segundo álbum “128.0 FM” , foi lançado e se casou com a modelo brasileira chamada Natasha Garcez, mudando seu nome para Roman Böer de Garcez. Natasha, acabou assumindo a carreira do DJ, como empresária.

Em 2010 eles criaram juntos a festa “Tocacabana” alusao á “Copacabana” do Brasil. Na festa já se apresentaram David Guetta, Fedde Le Grand, Joaquim Garraud e Afrojack.

Em 2011 eles tem o “Tocacabana radio show” que toca em mais de quarenta e cinco rádios em vinte países no mundo todo, incluindo as respeitadas “Ibiza Global Radio” (Espanha), “Big city Beats” (Germany), “Energia FM” (Brasil), “Live Mix” (Brasil), “Radio Na Balada” (Brasil) e “Dance Paradise” (Brasil).

CHRIS LAKE

CHRIS LAKE

Globalmente reconhecido como um dos produtores mais talentosos da nova geracao, o Ingles Chris Lake chamou a atencao de DJs renomados como Sasha, Sander Kleinenberg e Nic Fanciulli. ”One Too Many” e ”Changes” alcancaram o numero 1 das paradas europeias assim como um destaque no programa Essential Selection de Pete Tong que declarou que ele juntamente com Mylo, colocaram a Escocia de volta ao mapa musical mundial. Ja se apresentou nos maiores clubs do mundo como Fabric e The End em Londres e dos festivais Godskitchen e Glastonbury.

MARK KNIGHT

MARK KNIGHT

Mark Knight é DJ, produtor fonográfico, violistista profissional e designer. Seu perfil multimidia se reflete em seu trabalho musical aonde vanguarda, pesquisa e inovação influenciam sua produção como DJ e produtor. Ele trabalhou durante muitos anos na Amiga – empresa que desenvolvia jogos de video game nos anos 90. Na época ele foi o responsável pelo design e pela trilha sonora de jogos consagradados como: Dungeon Keeper 2 e Duke Nukem 3D e Theme Park World que foi, inclusive, premiado pela sua trilha Sonora. Mark começou a produzir música para as pistas em 1992. Trabalhando em estúdio junto a engenheiros de som de peso, ele logo direcionou todo o seu trabalho para as pistas de dança. Em alguns anos ele começou a trabalhar em alguns principais estúdios de Londres como freelancer aonde ganhou expeiriência e produziu faixas que rapidamente viraram hinos nas pistas. Roger Sanchez, Deep Dish, Lawler, Xpress 2, tem seus discos em seus cases e se declaram abertamente fãs de seu trabalho. Steve Lawler chamou Knight de “o melhor produtor do planeta” Pete Tong de “O cara do Momento”. Mark foi premiado como melhor produtor musical na premiação “House Music Awards” de 2002. Ele é também o dono selo musical: o Toolroom Records que ganho o prêmio de selo revelação de 2006. Respeitado por todos os DJs importantes da atualidade. O Remix de Mark para a faixa “Nothing Is For Real” de John Dahlback’s do selo Toolroom Trax foi a faixa mais vendida através do Beatport em todos os tempos. Mark se sente a vontade ao tocar estilos como Soulful, Funky, Tribal, Progressive e Techno mas foi tocando House Music que foi indicado também na categoria de melhor DJ de house do ano pelo Radio 1 Awards. Este ano tem apresentações marcadas para Paris, Miami, Itália, Brasil, Dubai, Ásia, Ibiza e aonde quer que vá uma imensa fila se monta na porta para verem de perto a experiência de seu set.

D-NOX

D-NOX

Com mais de 20 anos de carreira, o DJ e produtor Christian Wedekind aka D-Nox faz parte da ELITE MUNDIAL nos decks.

Com mixagens precisas, técnica, seleção de tracks e carisma, transforma qualquer festa em um carnaval eletrônico. D-Nox é respeitado por DJs e clubbers, por seus sets, que variam entre o progrssive house, electro, minimal e techno. Além de sets e produções, Christian é dono e dirige dois selos de gravação muito bem sucedidos, a Sprout Music e Plastik Park.

Atualmente, com seu parceiro de estúdio Frank Beckers, D-Nox & Beckers estão entre as mais aclamadas duplas e entre os mais requisitados live acts no mundo. Sua música recebe um forte apoio vindo de vários Top DJs como Paul Van Dyk, Hernan Cattaneo, Sasha, John Digweed, Dave Seaman, entre outros.

BECKERS

BECKERS

Com o passar dos anos, o projeto muito popular conhecido atualmente como ”D–Nox & Beckers” têm criado as principais músicas no mundo da dança (música eletrônica), inicialmente com o som de “Jetlag Slave” que foi a música mais buscada e adquirida na internet do estilo ”progressive–house” de 2005 em Beatport, seguido por “Seven Hours”. D–Nox & Beckers continuam ainda a trazer suas liberações nos playlists dos gostos do Seaman de Dave, John Acquaviva, Paul Van Dyk e do Hernan Cattaneo, tão bem quanto os remix fetios dos artistas como Minilogue, Quivver, Greed e Flash Brothers. Em 2006 foi visto pela terceira vez uma música D–Nox & Beckers como o download do número um em Beatport, com o nascimento de um outro sucesso que, desta vez foi uma produção original e única feita junto com Julio Naves & David Amo. A batida maciça de “Memory Cell” que deu a D–Nox & Beckers sua segunda menção do ano na DJ magazine, no alto de ser reconhecido entre um dos melhores 250 DJs do mundo. Desde então D–nox & Beckers tem produzido várias músicas, em 2007 com o lançamento de seu novo CD ”Left Behind” que foi um sucesso, estourando com a música ”Arnousa Day”, com a participação de Hatfield e Arno Souza. O CD mantém o estilo tradicional de suas músicas dentro do Progressive–house, com sons muito bem produzidos e armonizados. Para muitos hoje, D–Nox & Beckers estão no topo da lista dos melhores DJs do seu estilo musical.

ADANA TWINS

ADANA TWINS

O duo hamburguense Adana Twins – formado pelo enérgico Take It Easy e o certinho Freezo – uniu-se devido a uma paixão compartilhada à comida turca e groovin house music.

Estiveram sobre os holofotes da maioria dos dj charts no último ano, liderando os rankings do Beatport e Resident Advisor de forma grandiosa. Seu hit “Juicy Fruit” surpreendeu os amantes fiéis do deep house, alcançando suporte de artistas dos mais variados gêneros.

O sucesso inesperado de seu EP “Everyday” resultou em uma agenda repleta de turnês internacionais, um punhado de novos remixes, massiva atenção da mídia, assim como uma festejada residência no clube Ego, do emblemático Solomun.

Seu mais novo sucesso “Reaction”, que traz os belos vocais da brasileira Daniela Caldellas (Digitaria), já ocupa posições respeitáveis nos sites de venda especializada e nesse contexto a dupla volta ao Brasil para mais uma turnê arrebatadora!

LOULOU PLAYERS

LOULOU PLAYERS

Jérôme Denis aka Loulou Players tem sido presença constante na vida noturna da Bélgica por mais de 10 anos. Trabalhando com seu amigo Kolombo, teve a oportunidade de lançar por labels consagrados como Suara, Nurvous, Bunny Tiger, King Kong, assim como pelo próprio label que tem com K – Loulou records –, além de tocar sua música em diversos países, como Alemanha, Cazaquistão, França, Portugal e Suíça, para citar alguns.

Um workaholic convicto, Jérôme também é um conhecido promotor de festas em sua cidade, Namur, onde ele recebe os melhores DJs e produtores internacionais.

SHARAM JEY

SHARAM JEY

Sharam Jey levou a música eletrônica para outro nível com a estréia de seu segundo álbum como artista “In My Blood”. Não contente em manter–se na mesmice da cena, ele trabalhou muito, alcançando com sua música alturas inesperadas e trabalhando em colaboração com artistas surpreendentes, que diversificaram os sons e surpreendem você em Princess Superstar, Tommie Sunshine, Andreas Hogby, Nik Valentino (de Lost Valentinos) e Cornelia. Ele ainda ocupa–se fazendo remixes para outros grandes artistas, tendo trabalhado recentemente com Gossip, Moby, Diplo & Don Diablo, Mason & Roisin Murphy e Alex Gopher, entre outros, o qual concluirá em uma compilação dos remixes “favoritos” em um único álbum. Seu último selo de gravação “Bunny Tiger”, até agora no 6º release, entregou, em 2012, algumas das melhores trilhas aos maiores clubes.

NILES MASON

NILES MASON

Todos os spotlights agora são para NILES MASON, o talentoso vocalista e escritor que recentemente explodiou” LOUDER THAN WORDS” com Afrojack & David Guetta Niles é uma nova onda na indústria, uma das maiores. Ele é riquíssimo nos estudos, formado na Berklee College of Music e que logo dropou um NBA. Hoje, esta na graça dos 4 maiores expoentes, David Guetta, Afrojack, Avicii e Fedde Le Grand. Niles tem seriedade nos estúdios, e que foi aprovado pelo American Idol nos Estados Unidos junto a milhares de sonhadores. Seu show é composto por 8 músicas de sucesso, além da dobradinha das principais.

ANDRÉ MARQUES

ANDRÉ MARQUES

Admirador da mística da noite, de boas festas e, em particular, da House Music, André Marques tornou–se um dos mais requisitados e bem sucedidos DJs da cena eletrônica brasileira.

A paixão pela House Music começou há oito anos, em uma de suas viagens a Miami, durante apresentação do top DJ Erick Morillo. A partir de então surgiu grande interesse pela arte das mixagens. Empenho, dedicação e pesquisa foram os requisitos que o levaram a se tornar um grande profissional da indústria eletrônica, com reconhecimento e apoio dos melhores DJs do Brasil, obtendo inclusive, em 2010, a posição 15º. no top 100 promovido pela revista Electro M.a.g.

Já se apresentou em clubs e eventos de renome como: Anzu Club, Warung Beach Club, Privilège, Winter Play, FDS Araxá, Confraria Club, P12 Parador Internacional, Sedna Lounge, Club Royal, Cinema D, The Week International, Kingdom 2800, ao lado de nomes como: John Acquaviva, Wild from Paris, Nic Fanciulli, AN21, Carlo Dall Anese, Viktor Mora, Naccarati, Leo Janeiro, Marcelo CIC, entre outros.

Energia, vibração e alegria são características marcantes durante suas apresentações, ao som de House Music melódica, dançante, passeando por suas vertentes como o Tech House e o Progressive House. Seus lançamentos como produtor podem ser encontrados no perfil do SoundCloud e também no Beatport, maior portal de vendas de música eletrônica do mundo. “Respiro música, pesquiso, pergunto, sonho com elementos musicais. Fico ansioso, pensando em cada novidade, em cada GIG, em cada groove”  – declara o DJ André Marques.

THIAGO MANSUR

THIAGO MANSUR

Thiago Mansur começou sua carreira como modelo, e ao trabalhar com exclusividade para grifes como Calvin Klein, Dolce & Gabbana, Armani, Gucci e Gianfranco Ferré, passou a frequentar os mais seletos ciclos sociais do mundo, passando também a produzir as trilhas sonoras para os desfiles das grifes que desfilava, iniciando assim seu trabalho com a música eletrônica.

Conciliando sua carreira de modelo com a de DJ, tocou nos mais badalados clubes da Europa e EUA, e ao lado de grandes nomes internacionais como Mark Knight (Inglaterra), Sebastian Ingrosso (Suécia), Steve Angello (Suécia), Martin Solveig (França), Dirty South (Inglaterra), Tiesto (Holanda) e Calvin Harris (Escocia). Vem se apresentando nas melhores festas como Ministry Of Sound, Hed Kandi, Dolce & Gabbana (Festa de Lançamento do Perfume The One), Saint Tropez Musique Sophistiqué e clubs como Pink Elephant (New York), Pink Elephant (Hamptons), H.Wood (Los Angeles), Villa (Los Angeles), Wall (Miami), Lavo (New York), Gotha (Cannes), L’Arc (Paris). Além de ter sido um dos sócios e DJ residente da “mais sofisticada e exclusiva boate que o Brasil já presenciou, a Pink Elephant São Paulo”, segundo a capa da revista Veja SP edição 2101 de 25/02/2009.

Atualmente Thiago Mansur assina residência internacional no clube Lavo, a casa mais conceituada de New York (NY), a qual se tornou o ponto de encontro das celebridades hollywoodianas.

Seus DJ sets passam por vários estilos como House, Electro House e Progressive House, e misturam músicas de artistas reconhecidos com suas próprias produções e remixes, repletos de melodias marcantes e ritmos dançantes.

Com bastante vocal e batidas picantes, Thiago define seu estilo como sexy house, buscando sempre agradar em cheio as mulheres. Em sua lendária apresentação no super hype club Besos de Los Angeles, onde a atriz hollywoodiana Eva Longória fez questão de aplaudi-lo de dentro da cabine de som! Outras tantas celebridades também dançaram ao som de Thiago, como Naomi Campbell, Elton John, Gisele Bundchen, Paris Hilton, Lindsay Lohan, Ronaldo Fenômeno e muitos tantos outros.

Uma das maiores grifes de moda do planeta, a Calvin Klein Jeans (NY) tem a partir de agosto de 2011, suas trilhas sonoras tanto das lojas, quanto dos desfiles, assinadas pelo DJ Thiago Mansur, que passa a ser o DJ oficial da marca em todo mundo.

O DJ ainda assina o terceiro CD da coleção Tune Series – Tune Series #3 by Thiago Mansur. Neste novo CD, o DJ Thiago Mansur escolheu todas as tracks respeitando basicamente um único critério, que todas as músicas fossem cheias de melodia e com muito piano, violino e saxofone, fazendo assim um CD chique e de bom gosto.

HNQO

HNQO

HNQO cresceu nas ruas de Curitiba como um famoso breakdancer, guiado pelas vozes de Kool Herc e Grandmaster Flash.
Pouco tempo depois, ele passou a criar habilmente camadas de hit hats para batidas cheias de groove e vocais com um toque suave mas ameaçadora. Sua música toma conta de você da cabeça aos pés, com ganchos insolentes e ritmos infecciosos. Mais do que um músico, HNQO é um intérprete do passado, fundindo elementos de hip hop, jazz e outros gêneros em seu estilo muito próprio de deep house.
Hoje HNQO (ou Henrique, como é conhecido para os amigos) é uma das jovens estrelas em rápida ascensão na música eletrônica. Graças a estes sucessos, HNQO foi descoberto pelo inimitável Russ Yallop, e suas faixas são lançadas pela Hot Creations entre outros selos. Além disso, a marca própria de HNQO, Playperview, está vendo o sucesso internacional. Por quê? Porque a alegria e energia contagiante deste jovem talento permeia tudo o que faz, a partir de suas produções flutuantes, cheias de recursos para a pista de dança, e seus sets extremamente dançantes.
HNQO traz o funk, soul, e uma dose completa de realismo ao seu talento musical. Com EPs de destaque já lançados e uma série de outros ainda por vir, ele está pronto para abraçar o mundo.

ALOK

ALOK

Alok Petrillo aka ALOK é de Brasília, Distrito Federal, Brasil. Filho dos renomados DJs Swarup e Ekanta, iniciou a sua carreira em 2007 ainda com a parceria de seu irmão gêmeo, Bhaskar, passando a conduzir sozinho as suas produções três anos depois.

Assinando com os selos Vagalume e Liquid Records, faz do seu estilo uma característica própria, inovadora, experimenteal e ousada, exercendo forte influência em suas técnicas de produção unindo carisma a uma técnica invejável, garantindo sempre ótima colocação no ranking Beatport.

Suas apresentações vão além de todo o território nacional, expandindo gigs na cena mundial ao participar dos principais festivais de musica eletrônica, alguns deles na Inglaterra, Alemanha, Lituânia, Holanda, Áustria, Estados Unidos, Chile, Peru, seguindo em ascensão com turnês marcadas na Europa e Oceania em 2011.

Dispensando comentários ao representar o crew Universo Paralello, sua responsabilidade e versatilidade garantem uma excelente opção nas pistas.

VINTAGE CULTURE

VINTAGE CULTURE

Lukas Ruiz é nome por trás de Vintage Culture. O projeto tem fortes influências de sonoridades antigas, grupos como Depeche Mode, New Order, Petshop Boys. A ideia do projeto é misturar o novo com o velho, essa mistura traz um som com uma pegada única.

Egito, França, Rússia, África do Sul, Inglaterra, Sri Lanka, Canadá, Ibiza, Turquia, Taiti, Australia, Brasil… De repente, o mundo ficou menor. As mais diversas fronteiras foram ultrapassadas e as mais diferentes culturas, unidas.

Essa é a história da ascensão meteórica do jovem artista Vintage Culture que, com sua música, em menos tempo do que se comemora um novo ano, conquistou o mundo. Uma jornada que está apenas começando, onde os questionamentos ainda predominam e no lugar de respostas, sensibilidade. A mesma que conectou tantas pessoas, em tantos lugares, transformando a realidade em música e a música em realidade: House Music é uma linguagem universal falada e entendida por todos.

RENATO RATIER

RENATO RATIER

Com 20 anos de carreira, o DJ Renato Ratier é um dos fortes pilares da música eletrônica brasileira. Nos anos 2000, quando a cena underground ainda tomava forma no Brasil, abriu o D-Edge, conceituado clube que se tornou referência ao redor do globo. Como produtor da disco music ao techno, lançou diversos EPs e participou de coletâneas em selos renomados como Get Physical, Kompakt, Light My Fire e No.19 Music, entre outros. Em 2013, seu primeiro álbum, “Black Belt”, foi lançado pela gravadora D-Edge Records e distribuído pela Kompakt, alcançando sucesso instantâneo entre crítica e público.

Atualmente, Renato Ratier colhe os frutos de duas décadas de um trabalho autoral e artístico cheio de paixão. Além de ser um dos DJs brasileiros mais requisitados no mercado internacional (e figura presente em line-ups dos principais festivais do mundo), é sócio-proprietário e DJ residente do premiado beach club Warung, em Santa Catarina, e do Holzmarkt, um espaço cultural inovador localizado na efervescente Berlim. Comanda desde 2015 a grife Ratier e o restaurante-estúdio Bossa em São Paulo e, em 2016, prepara-se para abrir uma filial do D-Edge na cidade do Rio de Janeiro e lançar seu segundo álbum, “Youniverse”.

VOLKODER

VOLKODER

Produtor desde os 16 anos, o arquiteto de formaçao Marcos Benedetti aka Volkoder entrou no mercado literalmente pela porta da frente. Com a idade de apenas 22 anos ele já· produziu músicas para grandes gravadoras como Kittball Records, Go Deeva, Materialism, entre outras.

Sua track “Detroit” foi tocada por nomes como Jamie Jones, Lee Foss, Catz ‘N Dogz, Marco Carola, Nic Fanciulli, Tube & Berger, e foi considerada um hino dos festivais de 2013.

Ele começa o ano de 2014 muito bem, com um EP pela gravadora Kittball Records e remixes para artistas como Dennis Ferrer, Kerri Chandler, Filthy Rich, Tiger Stripes, Ananda Project e Him Self Her, lançado em abril.

RODRIGO VIEIRA

RODRIGO VIEIRA

DJ residente e Diretor Artístico do clube Green Valley em Camboriu, SC (eleito o melhor clube do mundo pela DJ Mag Inglesa em 2013) e eleito o melhor DJ de house do Brasil em 2010, 2011, 2012 e 2013 pela revista especializada DJ Sound, Rodrigo viveu em Miami durante 15 anos e esteve presente na cena eletrônica desde a adolescência. Seja nas grandes gravadoras – Sony Music e Universal Music, onde trabalhou com DJs como Fatboy Slim, Paul Van Dyk e Roger Sanchez, alem de ter desenvolvido diversos projetos com selos como Subliminal, Ministry of Sound e Defected – ou seja tocando em festas no Brasil, Estados Unidos, México, Colômbia, Costa Rica, Bolívia, Lituânia, Rússia, Espanha, Uruguai e Portugal, onde viveu por 3 anos, se apresentando ao lado de grandes nomes como Swedish House Mafia, Tiësto, Fatboy Slim, Erick Morillo, Bob Sinclar, Groove Armada, Nicky Romero e Skrillex entre muitos outros.

Nos últimos anos, Rodrigo vem coordenando as festas We Love Brasil pelo mundo e desde 2008 se apresenta anualmente no maior festival de música eletrônica do planeta, o Ultra Music Festival em Miami, tornando-se o único residente brasileiro do festival. Durante os 3 ultimos verões, o artista ainda se apresentou em Ibiza, Espanha, nos clubs Space, Amnesia e Ushuaia, mecas da música eletrônica mundial.

Além do Ultra, Rodrigo é um dos únicos artistas Brasileiros a estar presente nos maiores festivais do país e internacionais em 2013 como Rio Music Conference, MOB Festival (onde ganhou residência nesse ano), Coachella (EUA), Rock in Rio e Dream Valley.

Rodrigo também se tornou residente da Festa Glamour, uma das mais badaladas marcas do momento no país.

CHEMICAL SURF

CHEMICAL SURF

Chemical Surf é formado pelos irmãos Lucas & Hugo Sanches, expoentes da nova geração que levou o Brasil a figurar de vez nas maiores gravadoras do mundo. Assinaram contratos com as gigantes Defected, Suara, Get Physical, Kittball, Armada, Kontor, Bunny Tiger etc.

Não demorou para surgirem apresentações em países como Alemanha, Inglaterra, Holanda, França, Espanha, Croácia… Incluindo respeitados clubs europeus como La Machine Du Moulin Rouge (Paris), Suicide Circus (Berlin), Club NL (Amsterdam), Indigo (Londres), Carpe Diem Beach Club (Hvar) entre outros.

Foram destaques no Rock in Rio e Lollapalooza em 2015, e também estão confirmados para o EDC, além de se apresentarem semanalmente nos principais clubs e festivais do Brasil!

Figuraram diversas vezes no top100 do Beatport, produzindo sucessos como ‘Walking Back”, Don’t be jealous”, “Good time” e o megahit “Bass”, a música mais executada no verão de 2015.

O Chemical Surf é sem dúvidas um dos nomes que está no “spotlight” da música eletrônica atualmente e arrasta legiões de fãs em cada apresentação.